Perfil Soldado

Qualidade e Missão:

Assegurar a Satisfação do Cliente pelo atendimento adequado, qualidade dos produtos e serviços e cumprimento dos prazos estabelecidos.

Produzindo:
Perfis soldados em processo de arco submerso na norma NBR 5884:2013 – Padrão I e II.
• Solda em ângulo sem penetração.
• Perfis soldados com penetração total, chanfro meio V.
• Perfis soldados em arco submerso com penetração total e chanfro K.
• Pontes rolantes e caminhos de rolamentos conforme desenho.
• Estrutura Metálica conforme desenho.
• Mão de Obra.

DIFERENCIAL:
• COMPRIMENTO DESEJADO
• LIMPEZA MECÂNICA
• EXTREMIDADES ACABADAS
• 100% CALIBRADAS

Fornecendo
• RQPS (Registro de Qualificação de Processo de Soldagem).
• EPS (Especificação no Processo de Soldagem).
• CQS (Certificado de Qualificação de Soldadores).
• Certificados de matéria-prima.
• Certificados de calibração de instrumentos de medição e ensaios não destrutivos

Comprometimento com a melhoria contínua do Sistema de Gestão da Qualidade e atendimento aos objetivos estabelecidos.

Perfil CS Perfil CVS Perfil VS Perfil VSM

Correspondem, no Brasil, aos chamados perfis de abas largas (wide-flange) americanos. A sua seção transversal é semelhante a de um perfil I com abas mais alargadas e as faces das mesas paralelas. São fabricadas em grande variedade de dimensões de alma e mesa. A CSN padronizou as seguintes séries de perfis soldados:

• Perfil série CS – Colunas Soldadas

• Perfil série VS – Vigas Soldadas

• Perfil série CVS – Colunas e Vigas Soldadas

Estruturas Metálicas, de Madeiras e Especiais Ricardo Gaspar 19

Pode-se considerá-los como a continuação das séries I e H de perfis laminados em dimensões maiores.

São utilizados também quando são necessários perfis de grandes dimensões ou seções especiais. As aplicações dos perfis soldados são as mesmas dos perfis laminados, ou seja, vigas de pontes, galpões industriais (pilares e vigas), edifícios de grande altura, etc.

• Perfis de chapas soldadas

Perfis I h > b VS (Viga Soldada):para peças submetidas à flexão: para vigas

CVS (Coluna Viga Soldada): para peças submetidas à flexocompressão

Perfil H

CS (Coluna Soldada): h=b para peças submetidas à compressão: colunas

CS (altura em m × massa em kg/m)

2.3. Perfis conformados a frio ou de chapas dobradas

As grandes siderúrgicas abastecem a indústria de menor porte com chapas finas para a obtenção de perfis de chapas dobradas. Os perfis de chapas dobradas são obtidos por meio do dobramento de chapas finas (3; 5; 6) m a frio e, às vezes, também por meio de solda, embora a solda seja pouco utilizada, pois eleva o custo de fabricação do perfil.

Os perfis de chapas dobradas são utilizados como elementos estruturais em estruturas pouco carregadas, como coberturas e esquadrias. Outra aplicação importante são as telhas auto-portantes de seção trapezoidal.

São obedecidos raios mínimos para evitar a fissuração do aço durante o dobramento a frio.

Estruturas Metálicas, de Madeiras e Especiais Ricardo Gaspar 20

2.4. Tubos

Na construção metálica utilizam-se tubos de seção circular, quadrada ou retangular e outros perfis tubulares de formas especiais empregados em esquadrias metálicas.

O tubo circular associa a máxima resistência com o menor peso, em peças sujeitas à compressão ou à flexão. Normalmente, são utilizados como barras comprimidas de estruturas leves e como treliças planas ou espaciais. Exemplos: andaimes tubulares para escoramento de pontes, coberturas espaciais, etc.

.o0o.

Apresentam-se a seguir, algumas tabelas dos perfis mais utilizados em estruturas metálicas.

2.5. Tabelas de perfis

As tabelas de perfis simples (laminados ou soldados) apresentam as características geométricas individuais de cada perfil.

Nomenclatura

Chama-se alma de um perfil, a região hachurada da seção transversal, indicada na Figura abaixo. Denomina-se aba ou mesa de um perfil a região sem hachura. Geralmente, a alma é parte do perfil que serve de união entre suas abas, como ocorre no caso de perfis I, H e U.

h = altura do perfil b = largura da aba, flange ou mesa tf = espessura da aba (thickness=espessura) tw = espessura da alma

Características geométricas dos perfis simples: As características geométricas de cada perfil são indispensáveis ao projeto e dimensionamento de qualquer estrutura. Para facilitar o trabalho do engenheiro foram calculadas e tabeladas para todos os perfis fabricados no Brasil.

tw ALMA tf b b h

Estruturas Metálicas, de Madeiras e Especiais Ricardo Gaspar 21

As Tabelas apresentam as seguintes características geométricas dos perfis simples, com o intuito de facilitar e agilizar os cálculos estruturais:

• A: área da seção transversal do perfil (cm²)

• Ix: momento de inércia em relação ao eixo x (cm4) • Iy; momento de inércia em relação ao eixo y (cm4)

• rx: raio de giração em relação ao eixo x (cm)

• ry: raio de giração em relação ao eixo y (cm)

• wx: módulo de resistência em relação ao eixo x (cm³)

• wy: módulo de resistência em relação ao eixo y (cm³)

• bf: largura da aba do perfil

• tf: espessura da aba do perfil

• tw: espessura da alma do perfil • h:altura total do perfil

• xg,yg : coordenadas do centro de gravidade

Estão também tabelados os pesos de cada perfil por metro linear. É útil na avaliação do peso próprio das peças em estudo.

Na prática, recomenda-se a utilização das tabelas, pois facilitam o trabalho de cálculo e diminuem a possibilidade de erro. Entretanto, há casos em que se deve recorrer à Resistência dos Materiais para a determinação destas características. São casos especiais, por exemplo, onde forem usados perfis não padronizados, especialmente fabricados para um projeto, ou em perfis compostos não previstos nas tabelas, etc.

Coordenadas do Centro de Gravidade (CG)

As características geométricas são fundamentais para a o dimensionamento.

Notoriamente, aquelas calculadas em relação a eixos (x, y), passando pelo CG da seção do perfil. As figuras abaixo ilustram a posição do CG de alguns tipos de perfis.

h xg yg CG xg X xg X yg CG

Perfil I Perfil C Cantoneira de abas iguais Cantoneira de abas desiguais

Deixe uma resposta